O PODER DA CONCENTRAÇÃO

Quando você beber chá, apenas beba chá. Sinta prazer em beber chá. Se for conversar com alguém, apenas converse, sinta prazer em conversar. O poder de se concentrar faz com que você aproveite cada instante com toda intensidade. Muitos reclamam por não viverem momentos especiais na vida, mas é bem verdade que todos temos tais momentos, porém, poucos verdadeiramente se concentram naquilo que estão vivendo. Ou somos aprisionados pelo passado, ou então voamos para um futuro tão longe que nos esquecemos de voltar. Por vezes, o presente só quer nossa presença e um pouco de concentração.

Existem coisas que você já viu, mas não enxergou quase nada. A pressa lhe roubou a beleza da cena, o encanto da palavra, a alegria da companhia. A concentração nos faz perceber a natureza das coisas. Quando estamos com um sofrimento e não sabemos qual é sua verdadeira causa, precisamos fazer uso do poder de concentração, isto é, sermos capazes de fazer um exame profundo na natureza da aflição para sermos capazes de transformá-la. A ordem da vida necessita de concentração. Assim também acontece com a ordem dos pensamentos, dos afetos, das relações. Concentramo-nos para não perder de vista o que a vida nos dá de presente no presente.

Escolher é sempre um desafio. A vida é feita de escolhas. Impossível passar pela vida e não ter que tomar decisões. Algumas são leves e rápidas, outras nos tiram o sono e até a vontade de comer.  Decidir é evoluir, mas é preciso usar do poder de concentração para que possamos decidir pelo que é melhor. Se concentrar é uma boa decisão para fazer um bom discernimento. A concentração pode nos ajudar a investigar profundamente a natureza da realidade e produzir o tipo de discernimento capaz de nos libertar de possíveis sofrimentos e nos projetar para aquilo que nos realizará.

A concentração exige disciplina. É através dela que nos tornamos pessoas concentradas. Mas, para isso, algumas dicas nos fazem ingressar na busca pelo poder de concentrar: quando estiver realizando uma atividade, evite pensar em outras coisas que deve fazer; esforçar-se para concluir a atividade já começada; todos os movimentos e gestos que, por ventura, a atividade exigir, faça não de forma mecânica, mas sim concentrado, dando total atenção àquilo que realiza; orientar seus pensamentos para aquilo que realiza. Mahatma Gandhi assim afirmou: “Quem sabe concentrar-se numa coisa e insistir nela como único objetivo, obtém, ao fim e ao cabo, a capacidade de fazer qualquer coisa”.

Talvez já exigiram muita concentração de você. Basta lembrar os pais, os professores e os bons amigos. Mas, por vários motivos nunca o convenceram. É chegada a hora de você mesmo se fazer essa exigência: preciso desenvolver o poder de concentrar. Assim terá maior discernimento, e suas decisões serão, com certeza, mais sensatas e justas, tanto para você como para os outros.

Éderson Iarochevski

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: