CHORAR: OFERTAR, PEDIR, RECOMEÇAR

Quando foi a última vez que você chorou? Lembra? Sabe dizer o por quê? Chorar é uma linguagem forte. É uma forma de dizer algo importante. Ninguém chora sem motivos. As lágrimas são fragmentos de histórias de vida de pessoas reais. Lágrimas se transformam em palavras. Quem chora fala sem usar a boca. Quem nunca ficou comovido com o choro de alguém? Lágrimas nos aproximam. Tão belamente Vinícius de Moraes nos lembra que “um dia teremos saudade até dos momentos de lágrimas…”

São tantos os motivos que nos encharcam os olhos. Choramos por alegria ou por dor. Os pais que choram de alegria ao ver o filho recebendo um diploma universitário. O desempregado que chora de alegria ao conseguir um emprego, o enfermo que derrama lágrimas ao se recuperar de suas dores. O jovem que chora de alegria ao ser correspondido pela pessoa que lhe despertou um afeto especial. Pais que derramam lágrimas de alegria ao conseguirem a casa própria para que possam viver dignamente a vida. A comunidade toda chora de alegria porque o posto de saúde, a escola foram construídos. Pessoas choram de alegria ao redescobrir o sentido da vida.

Mas o sofrimento também é motivo de lágrimas. Ao ser humilhado publicamente, a lágrima torna-se a expressão da dor. A pessoa que por intermináveis horas ficou na fila a espera de um atendimento na emergência de um hospital, e não foi atendida. O desempregado que, de um lado para outro, caminha e não consegue um trabalho para garantir a sobrevivência. A mãe que chora por ver seu filho entregue ao vício da bebida, das drogas. O filho que não esconde as lágrimas ao sentir a falta de esforço de seus pais em viver uma vida mais harmoniosa dentro de casa. A adolescente engravidada chora porque é abandonada pelo seu parceiro. A comunidade chora a violência cotidiana que acontece diariamente diante dos olhos. Famílias choram as violências veladas em suas casas. Pessoas choram ao perder o sentido da vida.

– Por que você chora? É alegria ou sofrimento?

Com lágrimas se aprende

Pablo Neruda canta no poema É Proibido:

“É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças…”.

É preciso aprender com a realidade que vivemos. É triste saber que muitas pessoas estão fadadas à monotonia. Nada mais lhes chama atenção, tudo é insignificante, as dimensões racional e emocional não se encontram e, muito menos, se conhecem. Pessoas que não se deixam impactar por nada, aparentemente. Pessoas que evitam aprender o sentido da vida, das pessoas, das coisas.

A vida é feita e refeita a cada dia. Temos as alegrias e tristezas que nos acompanham. As lágrimas expressam muito de cada uma dessas realidades. Há lágrimas salgadas pelo peso que carregam, mas, há lágrimas doces pela suavidade com que foram moldadas. Há lágrimas que libertam, que aliviam,  curam. Há lágrimas que machucam, gritam, que sufocam. Mas elas só existem, só escorrem pela face porque nascem de alguma situação vivenciada. Então, é necessário querer aprender com as lágrimas e com o que elas comportam.

Chorar é uma forma de se ofertar e de pedir. Oferto-me na alegria que vive em mim e que preciso partilhar. Partilha que começa nas lágrimas pela vitória alcançada, pela mudança que aconteceu na vida, pela esperança que voltou a animar o cotidiano. Chorar é também pedir atenção, carinho, cuidado e proteção. É uma maneira de expor as inseguranças, é um jeito de querer o reconhecimento, é um pedido de amor.

Chorar é uma forma de recomeçar. É assumir as realidades da vida, mas, nas lágrimas, reconhecer que é possível ser melhor. Libertar-se da dor para ser espaço de amor. Santo Agostinho, ao narrar seu batismo por Santo Ambrósio, escreveu: “Chorava não porque estivesse angustiado, mas porque finalmente respirava”.

As lágrimas, sejam de alegria ou dor, podem ser o início de uma nova vida.

Você tem um motivo para chorar? Chore. Suas lágrimas podem ser oportunidade de recomeçar.

Éderson Iarochevski

Anúncios

Tags: , , , ,

Uma resposta to “CHORAR: OFERTAR, PEDIR, RECOMEÇAR”

  1. Maria de Fátima Says:

    DEUS ME CONHECE! EU O CONHEÇO?
    Quando eu conhecer realmente Deus a vida será bem mais fácil e as
    lágrimas serão mais de alegria…Saberei reconhecer o caminho a seguir.
    Obrigada pelo texto com palavras Iluminadas e Sábias. Valeu !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: