COMO BARRO NAS MÃOS DO OLEIRO

Deus, o Divino Oleiro, é o arquiteto de toda a criação: tão grande é seu amor, que cada peça é sonhada e projetada cuidadosamente. O barro, por mais  que seja disforme, nas mãos do oleiro deixa-se transformar numa obra original e irrepetível. Por si só, o barro não se transforma em vaso, pote, vasilha. É preciso deixar-se modelar.

Com a pessoa, acontece o mesmo: por si só não tem forças para se modelar, transformar-se e resgatar sua verdadeira identidade. É preciso permitir que o Divino Oleiro expresse seu amor na arte de transformar a pessoa à sua imagem e semelhança.

Dentre duzentos tipos de barro conhecidos, somente oito servem para ser trabalhados pelo oleiro.

O barro é escolhido. O Divino Oleiro escolhe o barro. Então, você é escolhido por Deus. Você é um barro bom. Deixe Deus transformá-lo em obra de arte.

O barro é curtido. Após ser escolhido é deixado do lado para repousar por um tempo, com a finalidade de criar maior liga. Nesta fase pode-se experimentar o silêncio de Deus. Parece que o Divino Oleiro fala com todos, menos com você, mas, é o silêncio criativo de Deus que se prepara e deixa o barro em preparação para iniciar sua arte.

Passada esta última fase, o barro é prensado para que o ar, as pedras, as raízes e impurezas sejam retirados, formando uma massa consistente. Surgem angústias quando prensado, mas é parte do processo. Deus permite que você seja humilhado, pisado para poder tirar todo orgulho, vaidade, auto-suficiência… Parece que todos falam mal de você, ninguém o entende, julgam suas atitudes… Ser  prensado é permitir que a humildade nasça em você, e o Espírito Santo, divino hóspede da alma, é aquele que o fortalecerá na disponibilidade, na fé e confiança, para que o “vaso” possa ser tornar consistente desde os primeiros passos de sua modelagem.

O barro é modelado. É hora decisiva: um punhado de barro nas mãos do oleiro vai ganhar a forma desejada. É o momento da entrega total. O barro é colocado  sobre a roda de modelar: é preciso deixar-se modelar pelas mãos do Divino Oleiro, e do barro o sonho do vaso acontecerá. Para que esse sonho aconteça é necessário abrir mão de todos os caprichos, ambições e permitir que o oleiro modele o barro segundo sua sabedoria.  O oleiro não retira um segundo sequer o olhar da obra que está fazendo nascer. Nada desvia sua atenção. Inicia sua obra com leves toques periféricos regados com água. Depois, com precisão, o barro é rasgado, abrindo espaço no seu interior para trabalhar o vaso como havia concebido no coração. Após concluída a obra, pára e contempla.

O vaso, depois de modelado, fica em repouso por alguns dias, preparando-se para enfrentar o calor do fogo que o tornará consistente. O vaso modelado se permite repousar.

O vaso vai ao forno. Com todo cuidado, o oleiro leva sua arte para o forno a fim de ser temperada. O fogo abrasador leva-a a seu limite de resistência. Sente o calor permear cada fibra. Somente o vaso que suportar o calor no forno está hábil para cumprir sua tarefa.

O oleiro retira cada peça do forno e verifica sua capacidade de resistência, dando-lhe um “peteleco”. O vaso é provado: o som emitido é a prova. Se o som é chocho, voltará ao forno, porque ainda não está pronto, mas, se ele “cantar” é porque está apto para seguir seu destino.

O vaso é destinado. Quando o “vaso” está pronto, o Divino Oleiro o enche de seu Espírito e o envia a ser “vaso de bênção” a quem encontrar no caminho.

Seja barro nas mãos de Deus. Deixe que o Divino Oleiro possa moldá-lo, para que possa ser um verdadeiro “vaso de bênção” para o mundo.

Éderson Iarochevski

Anúncios

Tags: , , , ,

3 Respostas to “COMO BARRO NAS MÃOS DO OLEIRO”

  1. Maria de Fátima Says:

    É através do teu Blog que você está sendo também discipulo e Missionário de JESUS, convidando as pessoas a ser Missionária, mesmo aquelas que se acham não ter capacidade para ser uma catequista, etc…
    Basta é TER a VONTADE para iniciar, depois DEUS vai capacitando ou seja: moldando para levar a palavra de Jesus aquelas pessoas que ainda não a conhecem. “PARABÉNS SEMINARISTA EDERSON”

  2. Angela Carolina Says:

    O Artista transfigura, o técnico transforma. Somos artesãos da Beleza.
    Um ósculo santo.
    Angela Carolina

  3. Araceli Says:

    “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós”. (2 Coríntios 4:7 )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: