A PAZ É O CAMINHO DA PAZ

A Paz - Meditação - foto Jan Grabek

É difícil falar de paz diante de tantas realidades que contrariam o sonhado outro mundo possível, onde a paz e a justiça prevalecerão.  Todos os dias somos bombardeados com noticias de violências que agridem desde o menor indefeso e até os equipados com os  mais sofisticados meios de segurança. A violência chega a todos os lugares e, depois que passa, as marcas ficam para sempre gravadas na mente de quem a sofreu na própria pele. Aqueles que com um sentimento de compaixão se aproximam das vítimas, sofrem só de se imaginarem em tal situação. Violência física e terror psicológico parecem ser companhias de nosso povo.

O que é preciso para reconstruir o caminho da paz?

A bela definição da Carta da Terra nos diz que “a paz é a plenitude que resulta das relações corretas consigo mesmo, com outras pessoas, outras culturas, outras vidas, com a terra e com o grande Todo do qual fazemos parte” (no. 16). É interessante considerar que a paz não nasce por automatismo, não é um milagre que cai do céu. Ela precisa do pensar e do agir humano para ganhar corpo, para existir.

A paz é sempre fruto de valores que devem existir previamente. O resultado feliz é então a paz, o bem mais desejado e necessário para toda a humanidade.

Resumimos alguns valores para a confecção do caminho da paz:

* a hospitalidade aberta – é abrir a porta e acolher o outro, se alegrar com as afinidades que nos aproximam e querer aprender com as diferenças por ele apresentadas;

*a convivência fraternapermite sentar juntos, coexistir e intercambiar, ter consciência que toda pessoa, em sua condição humana, é limitada e que, para conviver, é necessário “saber esperar”, ter paciência, pois o desenvolvimento das dimensões de cada um se dá em tempos diferentes. Não ter a pretensão de querer pessoas perfeitas ao seu lado, mas se esforçar para amar quem, nas suas limitações e potencialidades, esta próximo de você;

*testemunho do respeito por mais que se tenha vontade, a convivência nem  sempre é pacífica. Há arestas que sobram, perspectivas e dimensões do outro que ou não entendemos, ou temos dificuldades em acolher porque nos causam estranheza e nos desagradam. Se assim for, o respeito deve vigorar, ele se torna imprescindível para a convivência com o outro.

*tolerância ativa – é a capacidade de conviver positivamente com o outro porque se tem respeito por ele e se aceita a riqueza multifacetada da realidade. Consegue ver dimensões que sem o outro jamais teria oportunidade de visualizar, perceber possibilidades de condivisão e parceria e assim se enriquecer mediante o contato e a troca. Ter consciência que só crescemos como ser humanos na medida em que, respeitosamente, aceitamos o diferente em nossa vida.

* comensalidade universalé a capacidade de sentar juntos, se por à mesa, trocar as experiências de vida, histórias, aprender com as vivências do outro e oferecer o que há de melhor para que o outro também possa valer-se do que há de melhor em nós. Nas palavras de Leonardo Boff  “é necessário sentar à mesa para comer e beber juntos e viver em paz”.

A paz necessita de mentes e corações dispostos a transformar a realidade. Tudo o que faz surgir laços de afeto entre seres humanos age contra a guerra. E não só a guerra entre exércitos, mas a guerra que se inicia no interior do ser humano e vai, aos poucos, esfacelando-o e transformando sua realidade existencial em uma grande guerra onde não há vitórias, apenas derrotas.

Como na oração atribuída a São Francisco, o caminho da paz se abre no momento em que reforçamos o amor onde há  ódio, o perdão onde há ofensa, a união onde se introduz a discórdia, a fé onde impera a dúvida, a verdade onde grassa o erro, a esperança onde triunfa o desespero, a alegria onde se mostra a tristeza, a luz onde dominam as trevas. No caminho de São Francisco podemos nós também caminhar. É necessário fazer da paz não apenas uma meta desejável, mas o caminho mais certo e mais curto para se chegar a ela.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: